Terceirização reconhecida legalmente e regulamentada pela SRF é importação por encomenda

Essa modalidade, de modo breve, consiste em uma empresa adquire mercadorias no exterior com recursos próprios e promove o seu despacho aduaneiro de importação, a fim de revendê-las, posteriormente, a uma empresa encomendante previamente determinada, em razão de contrato entre a importadora e a encomendante, cujo objeto deve compreender, pelo menos, o prazo ou as operações pactuadas (art. 3º, § 2º, I, da IN SRF nº 1861/2018). Assim, até o dia 15 de abril de 2020, não se considerava Importação por Encomenda a operação realizada com recursos do encomendante, ainda que parcialmente, ou seja, o encomendante não poderá de modo alguns adiantar qual valor à importadora, caso ocorra adiantamento de qualquer quantia, a operação poderá ser descaracterizada e ocasionará penalidade para ambas as empresas. Contudo, com a publicação da IN RFB 1.937/2020 uma nova característica foi introduzida nessa operação: a possibilidade de adiantamento de recurso “Considera-se recurso próprio do importador por encomenda o pagamento da obrigação, ainda que anterior à realização da operação de importação ou da efetivação da transação comercial de compra e venda.” Assim, o risco financeiro da operação poderá não correr exclusivamente por conta da empresa comercial importadora, assim, caberá negociação entre as partes que permita maior segurança jurídica e econômica para promover essa forma de importação.



A Interbrás Despachos Aduaneiros vem

atuando há mais de 35 anos na prestação de

serviços voltado ao comércio exterior

brasileiro, tanto na exportação como na

importação, proporcionado aos seus clientes

soluções de confiança

  • Facebook - Grey Circle

Entre em contato:

Por Telefone:

São Paulo + 55 11 2942 9852

WhatsApp: +55 11 97588-2552

Santos + 55 13 3235 1502

Por e-mail:

Segunda  - Sexta: 09h às 18h

Horário de Atendimento:

 © 2017 Interbrás Aduaneiros. Todos os direitos reservados